Como aprender a confiar?

A confiança é o solo fértil necessário para  um relacionamento florescer. Mas porque é tão difícil confiar? Porque aprendemos a ser co-dependentes desde criança. Dependermos da atenção e aprovação dos outros. Não aprendemos a nos aceitar e nos amar pelo que  somos, validando e honrando nossos sentimentos, opiniões e  necessidades,  independente do outro. Aliás, acreditamos que não somos nada sem o outro.  Atribuímos a culpa a nós mesmos por não termos tido todo o carinho e atenção desde a nossa infância, por sermos falhos e ficamos tentando ser uma outra pessoa para ver se passamos a merecer amor, muitas vezes  agradando o outro, mesmo que isto custe ser desonestos conosco mesmo. Acabamos não sendo  coerentes com o que pensamos e acreditamos como adultos, agimos dominados pela carência da criança emocional para não nos sentirmos a solidão, fazemos de tudo para não sermos abandonados.  Então  nos submetemos , nos anulamos, esperando em troca  o amor e  o reconhecimento. E o outro está fazendo o mesmo conosco e ambos  nos tornamos dois mendigos suplicando por atenção. Mas o vazio é tão  grande que ninguém será capaz de preencher. Ninguém pode nos salvar de nossas feridas emocionais de infância, a não ser nós mesmos.  Aprendemos que  confiar não é  seguro. Que se permanecermos na desconfiança,  não ficamos expostos e  vulneráveis. Aí nos tornamos inseguros,  ciumentos,  possessivos e/ou escravos das carências e necessidades emocionais  do outro, ora nos sentindo culpados, errados, ora sentindo raiva, vontade nos vingar do outro. Associamos o amor à dor, sofrimento, abuso,  abandono, traição, rejeição e/ou sufocamento. Mas a verdadeira confiança que precisamos reestabelecer esta dentro de nós mesmos. Precisamos acreditar que realmente somos importantes, especiais, dignos de amor e atenção, capazes de colocar limites quando necessário, de honrar sempre em primeiro lugar o que pensamos, sentimos e  os nossos desejos sem depender da aprovação de ninguém. Nos sentirmos seguros que jamais permitiremos que nada e ninguém tire o que pertence a nós: a nossa dignidade, integridade, amor pessoal e auto-aceitação. A nossa felicidade em sermos nós mesmos tem que estar acima de tudo. Só assim poderemos aprender a confiar e confiança é o começo de tudo.

11 thoughts on “Como aprender a confiar?”

    1. Olá Mayara! A confiança em si mesma deveria ser algo natural, mas infelizmente se tornou um desafio devido à formação da nossa autoestima ter sido deficiente. Eu abordo isto no artigo das bolhas emocionais. Aprendemos a acreditar que temos algo de muito errado conosco e por isto não merecemos amor e olhamos o mundo com desconfiança. Se quiser aprofundar este tema é só me procurar. Agradeço à sua participação aqui. Abraços.

  1. Complicado essa questão de confiança… Sofri em um relacionamento e hoje não consigo depositar totalmente a confiança no meu novo parceiro…

    1. Olá querida Ana Cristina! A questão é o quanto você confia em si mesma, o outro é apenas uma consequência. Não significa que se aconteceu uma vez algum tipo de traição que vai acontecer novamente com o seu novo parceiro. Se o relacionamento vai bem e existe diálogo sincero a verdade prevalece, não tendo espaço para ser enganada. Espero ter ajudado. Se quiser, me procure para se aprofundar mais. Um grande abraço.

  2. adorei o texto parabéns doutora me ajudo muito ate copiei para me lembrar de tudo oque ali estava escrito…

    1. Olá Junior Borges,
      Fico muito contente que tenha sido útil o meu texto. Torço para que consiga aprender a confiar em si mesmo em primeiro lugar!!!

  3. adorei o texto parabéns dotora me ajudo muito te copiei para me lembrar de tudo oque ali estava escrito…

  4. Muito bom só fala o que é verdade e o que vivo atualmente em minha vida e acredito que de muita gente também adorei ….

  5. to sofrendo com esse negocio de confiaça! tenho um namorado que já mentiu pra mim, e agora não consigo mais ficar tranquila quando ele tem q sair pra algun lugar q eu não possa ir! isso me deixa tão mal!

  6. muito bom mesmo! tenho 29 anos já tive várias desilusões hoje ñ mais consigo confiar nas pessoas…até me empolgo no começo de um relacionamento mas logo a insegurança me assola já não sei mais o que fazer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*