HÁ VIDA SEM SER CO-DEPENDENTE AFETIVO

Olá amados, é sempre uma alegria compartilhar com vocês algo que possa ajudar tanta gente. Experimente, compartilhe esse post, você pode ajudar alguém que está precisando muito sem saber. Bom, dando continuidade ao tema CO-DEPENDENTES AFETIVOS, hoje vamos entender o que vem depois… depois de você se libertar, de encontrar o amor próprio, quando deixa essa dependência de lado e vai viver. Vamos lá.

Quando você deixa de ser Co-dependente afetivo a outra pessoa deixa de ser uma necessidade que exige um grande esforço seu. Incluindo muitas vezes sacrifícios e concessões da sua parte para ver se aquela pessoa um dia irá te amar (esquece isso). Pois, agora você mesmo passa a compreender o verdadeiro significado do amor próprio e se ama em primeiro lugar e quem melhor do que você para se compreender e satisfazer as suas próprias necessidades básicas de atenção, aceitação, reconhecimento, ou proporcionar qualidade de tempo a si próprio, se cuidar, se respeitar, confiar em si e honrar os seus valores, necessidades e sentimentos? Você é capaz disso e muito mais.

Portanto, você passa a ser dono de si mesmo, autoconfiante, possuir a autoestima elevada, amor-próprio, aceita e ama quem você é. Sente que tem autonomia para ser você mesmo, do seu jeito, sem julgamentos, mas precisa ser independente na dose certa (rsrs). Consegue preservar a sua identidade sem precisar se manter distante ou frio, individualista em seus relacionamentos, agora sabe dar e receber sem se sentir sufocado. Não tem mais necessidade de ser controlado ou de controlar, de ter sempre razão. Acabou.

VOCÊ PREFERE SER FELIZ

E nem dá atenção o tempo todo para se sentir amado. Não se anula para agradar outra pessoa, nem abre mão de quem é na sua essência. Você é aberto ao crescimento e desenvolvimento pessoal sempre desejando ser uma pessoa melhor, e vive de certezas, isso é fantástico!

A partir de agora só entra em um relacionamento se for para somar, agregar, trocar, compartilhar propósitos em comum na jornada desta vida com sintonia e conexão verdadeira. Portanto jamais permanece em um relacionamento que não seja saudável por carência e medo de ficar sozinho, onde você se desvia do foco dos seus propósitos, do caminho que você mesmo escolheu de felicidade e nem se sujeita a  sofrer humilhação, reprovação, desprezo, agressividade, frieza, ser enganado, usado ou traído em hipótese alguma.

Quando você deixa de ser co-dependente afetivo a Felicidade deixa de ser uma utopia e passa a ser uma realidade, você finalmente sente paz e vive em contentamento, desejando que a Existência toda seja tão feliz quanto você é!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*