Sexo antes e amor depois??

Olá pessoal, como andam? Temos visto mais e mais em nossa rotina uma preocupação (hora sadia, hora exacerbada) sobre a sexualidade do indivíduo que nos rodeia. Para quê tanta preocupação com terceiros? Afinal o que é mais importante, a sexualidade ou o relacionamento? Por que o sexo se faz mais protagonista do que o amor?

ACORDA GENTE: SEXO E AMOR NÃO SÃO AS MESMAS COISAS.

Quando você se solta e desperta a sua sexualidade de uma maneira que você nunca experimentou antes, é uma sensação de tamanho prazer comparável, por exemplo, ao estímulo sensorial provocado pelo uso de alguma droga. Não se assuste. É uma droga muito prazerosa que frequentemente é confundida com amor. Esse engano pode criar mesmo muita confusão, porque quando se entra em conexão sexual se abre a energia que estava sendo reprimida e se cria uma falsa sensação de estar apaixonado.

Como diz a poetisa: “AMOR É DIVINO, SEXO É ANIMAL”.

O coração pode até se abrir, mas ainda não é amor, pois o amor é um processo desafiante de aprender a ser sensível, amoroso e respeitoso consigo mesmo e o com o seu parceiro, fato que exige a autoconsciência e o amor próprio combinados com a compreensão de quê, para viver na harmonia com outro ser humano você necessita desenvolver a confiança profunda e o respeito por este e por si mesmo.

:: IMPORTANTE ::

Quando o sentimento de excitação do sexo está muito ligado à expectativa de ter um orgasmo você não é capaz de estar realmente presente ao que está acontecendo no seu corpo, nem com a sua parceira, e assim não é possível haver uma conexão entre ambos. A energia sexual é tão intensa e convincente que pode se tornar obsessiva. A obsessão pelo desempenho, pela excitação e pelo sexo quente não apenas cria estresse e distúrbios sexuais, como pode facilmente interferir na profunda conexão íntima do casal. Acontece que você não estabelece um contato íntimo e profundo com a sua parceira, pois você se sente atraído pelo sexo objetivo focado na excitação e na estimulação, sem ter de lidar com o que pode se tornar inseguranças e medos profundos inconscientes de intimidade, podendo levar à conformação e à dependência, ou ainda pior: vício sexual.

Resumo da ópera, entregue-se ao amor e aproveite profundamente o relacionamento. Descubra as melhores sensações no sexo que só o amor provém. É isso gente querida, curtiu? Compartilhe. Pode ser de grande valia para muita gente. Mil beijos à todos e até a próxima dica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*